InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ELEMENTAIS: Anjos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Administrador
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 26/03/2010

MensagemAssunto: ELEMENTAIS: Anjos   Qui Jul 08, 2010 10:51 pm



Líder: Anthony Rothchild - General dos Arcanjos

A dança dos encéfalos acesos
Começa. A carne é fogo. A alma arde. Há espaços
As cabeças, as mãos, os pés e os braços
Tombam, cedendo à ação de ignotos pesos!

E então que a vaga dos instintos presos
- Mãe de esterilidades e cansaços -
Atira os pensamentos mais devassos
Contra os ossos cranianos indefesos

Subitamente a cerebral coréia
Pára. O cosmos sintético da Idéia
Surge. Emoções extraordinárias sinto

Arranco do meu crânio as nebulosas
E acho um feixe de forças prodigiosas
Sustentando dois monstros: a alma e o instinto!
A dança de Psique, Augusto dos Anjos


Anjos são seres planares de luz que residem em uma dimensão superior (Paradísia), tendo como base a teocracia de Rausten onde encontra-se a corte divina dos oito príncipes anjos. Apesar da grande gama de raças de anjos, em Azeroth trataremos apenas dos anjos “Protetore” – responsáveis pela proteção de Paradísia, da vontade divina e principalmente do equilíbrio das forças.

Para se tornar um anjo, é preciso que o corpo faleça e alma se desprenda totalmente do corpo. Se for uma alma de virtudes, no caminho até a dimensão dos mortos (Spiritum) será resgatada pelos anjos “Captare” e encaminhada a Paradísia a alma passa por um ritual onde é totalmente purificada e as memórias são totalmente apagadas. Após o ritual, a alma ganha um corpo de luz e é encaminhada a sua respectiva teocracia baseada na virtude encontrada. Aqueles cuja alma é marcada pela virtude da diligência são encaminhados a teocracia de Rausten, onde o príncipe anjo Gabriel os aguarda.

O tempo em Paradísia é diferente do tempo cronológico terrestre e de Azeroth, logo, um anjo pode estar na condição de anjo há milênios e não ter grandes poderes, como pode ser um anjo relativamente novo na dimensão e já possuir um alto posto em uma das castas. Essa experiência se dá através da realização de missões; Quanto mais missões o anjo realiza, maior o seu poder e sua maturidade.

Ao terem suas almas purificadas, os novos anjos esquecem-se das emoções humanas e têm bastante dificuldade para aprendê-las novamente, por isso são guiados por outros anjos para aprenderem a filosofia divina e como lidar com a capacidade de observação da vida, seja em que dimensão for. Cada anjo possuí uma forma única, um corpo de luz, que só vem a tona na presença do mesmo em Paradísia e só pode ser completamente assimilada por outro anjo. Logo, para qualquer outra criatura no mundo, o anjo assumirá uma forma diferente, embora seja o mesmo anjo.

Particularidades sobre a ficha

PERFIL:
Nome completo: Ponha o nome do Anjo & o nome do corpo terreno.
Idade do personagem: Anjos não têm idade, então ponha apenas a do corpo terreno.
Data de Nascimento:Idem ao anterior.
Raça: Em caso de originais, a raça é Anjo: Mensageiros. Em caso de Cannons, a raça está determinada na descrição do personagem.
Filiação: pais do corpo terreno.
Ocupação: Originais podem inventar, Cannons tem pré determinadas.
Interesses: Tanto do anjo quanto do corpo terreno.

HISTÓRICO:

Aqui teremos dois casos:

ORIGINAIS: CONTEM A HISTÓRIA DO PERSONAGEM ATÉ O MOMENTO DA MORTE E QUE TEVE SUA ALMA RESGATADA.
CANNONS:
--LIAM: CONTE A VIDA DO LIAM DEIXANDO CLARO OS PROBLEMAS COM OS PODERES DE QUERUBIM.
--AMANDA: CONTE DESDE O MOMENTO QUE RICK A ENCONTROU ATÉ A CHEGADA EM NY. O QUE ELA FAZ APÓS A CHEGADA FICA A CRITÉRIO DO PLAYER DECIDIR.
--DAMON: CONTAR BREVEMENTE A VIDA DE KYLE, A TRANSFORMAÇÃO EM ANJO E UMA MISSÃO EM ESPECIAL COMO MENSAGEIRO.
--DEMAIS: A TRAJETÓRIA DO SEU ANJO NA CONDIÇÃO DE ANJO. JUSTIFIQUEM ELE TER CHEGO ATÉ ONDE CHEGOU.

PERSONALIDADE:

Descrever a personalidade do anjo e do corpo terreno.

APARÊNCIA:

Apenas a do corpo terreno.

ATRIBUTOS & PERÍCIAS:

Fazer como o direcionado, porém não esqueçam que anjos também terão poderes. Então coloquem lá os atributos, perícias e os poderes comprados. Originais começam G1, os demais estão demarcados nos cannons.



Última edição por Administrador em Sab Jul 10, 2010 6:52 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://azeroth.forumeiro.org
Administrador
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 26/03/2010

MensagemAssunto: Re: ELEMENTAIS: Anjos   Qui Jul 08, 2010 10:52 pm


Com o término do ritual e a chegada a Rausten, depois de passarem pela adaptação a condição de anjo, os novos anjos são encaminhados ao castelo dos oito príncipes, onde são recebidos por Gabriel, o príncipe dos mensageiros e líder das tropas angelicais de batalha, exceto os arcanjos.

Antes de explicar as castas, faz-se necessária uma breve explicação da hierarquia dos anjos Protetore. O primeiro nível é o dos anjos mensageiros, responsáveis pela entrega de mensagens divinas aos mortais e relatórios sobre as missões de anjos a divindades. Depois de algumas missões com um bom desempenho do anjo, o mesmo encontra o momento mais delicado de sua passagem por Rausten: sua missão como anjo protetor. Assim como Gabriel entrega as mensagens divinas aos mensageiros, confidencia a vontade divina sobre um mortal específico e envia o anjo em seu corpo original (sem invócrulo, o anjo vai em seu corpo original a terra) para a realização da missão.

A dificuldade da missão se dá a quantidade de informação a qual o anjo é exposto e pela dificuldade encontrada pelo mesmo para realizar sua missão. De repente a vontade divina não é o que o anjo passa a acreditar na Terra, e tal conflito que envolve não apenas a vida do anjo, mas também a de seu protegido torna-se o dilema mortal dos enviados de Rausten. Aos que são corrompidos e desacreditam do poder de Deus são denominados traidores e prontamente executados pelos arcanjos. Os que sobrevivem ou conseguem fugir, tem seu corpo deformado e poderes parcialmente ou totalmente minados, tendo de se refugiar no âmbito de outras criaturas que aceitem a escória da misericórdia divina.

Porém em caso de sucesso, o anjo retorna a Rausten onde é encaminhado por Gabriel até o conselho dos oito príncipes, local no qual avaliam o desempenho do anjo e o mesmo pode ser acolhido – ou não – por um dos oito príncipes, dependendo de como desempenhou sua missão. Em caso de rejeição completa, o anjo permanece na condição de anjo protetor, sendo um protegido de Gabriel. Porém, em caso de aceitação, um dos príncipes manifesta-se diante do anjo e o introduz a um ritual de passagem onde o anjo é transformado em um guardião sagrado de um dos oito príncipes anjos. Passar por esse ritual é a maior honra de um Protetore.


Citação :
Hierarquia de Rausten
Príncipes Anjos
(Gabriel, Miguel, Raziel, Tsadkiel, Tsaphkiel, Rafael, Haniel* e Camael)
• Haniel é o principal general de cristo, senhor dos Principados.
Castas
(Mensageiros, Arcanjos, Querubins, Dominações, Tronos, Virtudes, Principados e Potências)
Protetores/Guardiões
Mensageiros

Hierarquia das Castas:
Príncipe (G7)
General (G6)
Capitão de Tropa (G5)
Sub-capitão de Trop (G4)
Soldado (G3)

Geração dos sem casta:

Protetor (G2)
Mensageiro (G1)

Para determinação dos postos, é realizada uma missão onde os escolhidos do príncipe devem competir de maneira limpa entre si para determinar quem é o general. O capitão de cada tropa se dá pela organização de soldados para uma missão. O soldado entre o grupo que tiver o melhor desempenho é o capitão da tropa, o segundo é o sub-capitão e os demais permanecem como soldados. A hierarquia só muda por decisão do príncipe ou falecimento de general/capitão/sub-capitão.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://azeroth.forumeiro.org
Administrador
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 26/03/2010

MensagemAssunto: Re: ELEMENTAIS: Anjos   Qui Jul 08, 2010 10:52 pm



Mensageiro – Abençoados pelo príncipe Gabriel, a missão desses anjos é entregar relatórios para outras castas e mensagens divinas para humanos, visando o entendimento da mesma. Também atuam no combate contra demônios e seres sobrenaturais malignos de ordem inferior.

Poderes específicos dos mensageiros:

    - (G1) Fundir mensagem: Independente de como e qual seja a mensagem, o anjo pode optar por fundi-la ao próprio corpo, impossibilitando que outros possam interceptá-la. A mensagem se liga diretamente a vida do anjo, logo em caso de imprevistos (roubos e interceptadores), ela se autodestrói, destruindo o anjo também.
    - (G1) Mensagem direta: Usando este poder, o Anjo pode gritar sua mensagem ou recado em um salão, ou até mesmo em uma multidão, mas apenas o destinatário(s) irá receber. Deve ser feito um teste de CAR para isso, em caso de falha, a mensagem se perde em uma forte onda sonora que atinge todos no ambiente.


Protetores – Anjos independentes sem um príncipe determinado são responsáveis pela proteção de seres específicos contra influências sobrenaturais, tendo de guiar o protegido para seu verdadeiro caminho independente dele ser bom ou não. Período crucial da vida de um anjo, já que está exposto e sem qualquer tipo de proteção (exceto em emergências) a outras dimensões e as forças nelas presentes, podendo se deixar envolver pelas emoções humanas e até mesmo pelos pecados. A regra fundamental dessa casta é aceitar o livre arbítrio e a vontade divina para a pessoa, não podendo influenciar o comportamento humano para serem o que o anjo acha ser melhor. Tal momento costuma ser o pior momento da vida de muitos anjos, já que é a primeira grande missão de todos. Ao ter sua missão realizada com sucesso, o anjo é convidado a comparecer ao conselho dos príncipes onde transcende para a casta determinada pelo conselho.

Poderes específicos dos protetores:

Por determinação divina, todo anjo deve assumir a forma humana para a missão de proteção.

    - (G2) Inspiração: Com esse poder, o anjo pode inspirar o protegido a realizar algo que o mesmo não tem coragem/vontade de fazer. Em caso de uso para fins não relacionados a vontade divina, caso descoberto, o anjo é executado pela justiça divina.
    - (G2) Confiança: O anjo pode aumentar a autoconfiança do protegido, oferecendo um bônus de até +2 em qualquer atividade que ele realize. Para usar esse poder, o anjo deverá fazer um teste de CAR.
    - (G2) Divina união: Se o anjo perceber a necessidade, pode ligar a própria vida com a vida do protegido, sendo necessário matar o anjo para conseguirem matar o protegido do mesmo. Esse poder é irreversível e o vínculo só é quebrado em caso de morte do anjo ou cumprimento da missão.


Arcanjos – São conhecidos por serem os mais poderosos contra as forças do mal e por serem os melhores e mais temidos de Rausten. Liderados pelo príncipe Miguel, também são os responsáveis por aplicar a justiça divina a todos os anjos.

Poderes específicos dos arcanjos:

    - (G3) Imunidade a dor: O arcanjo é imune a dor física causada por ferimentos. É atingido por magias e armas amaldiçoadas de médio a grande porte dependendo do nível do arcanjo.
    - (G4) Imunidade ao medo: O arcanjo simplesmente não sente medo, mesmo que imposto a ele.
    - (G5) Impunidade divina: O arcanjo pode induzir o inimigo ao pânico ao realizar um teste de WILL. Dependendo do resultado, o inimigo terá grandes dificuldades em permanecer na frente do soldado de Deus.
    - (G3) Espada de Guerra: Símbolo maior de status, o poder do arcanjo se dá pelo poder de sua espada. Todo arcanjo ao ingressar a casta recebe uma espada como símbolo de poder, e não é reconhecido como arcanjo até erguê-la e usá-la para combater os soldados do inferno. Somente o arcanjo pode usar sua arma, qualquer outro que tentar tocá-la terá uma queimadura eterna. Quanto mais batalhas o anjo trava, melhor fica sua arma.
    - (G6) Expulsão: Quando um anjo é considerado traidor, o arcanjo tem o poder de expulsá-lo de qualquer dimensão e enviá-lo ao inferno se essa for a pena divina, para isso primeiramente é capaz de expulsar o traidor de determinado local, forçando-o a recuar para Azeroth. Na maioria dos casos, os traidores são executados pela espada de guerra.


Querubins – Trabalham com curas, regeneração e as emoções dos humanos. Estes anjos têm como missão ajudar os mortais a superar seus problemas e sofrimento. Seu príncipe é Raziel.

Poderes específicos dos querubins:

    - (G3) Compartilhar: Permite que o Querubim compartilhe o sentimento do próximo, podendo entender suas angústias e aflições.
    - (G3) Aparência Frágil: A maioria dos querubins se esconde atrás da aparência de crianças e usam isso a seu favor até o primeiro ataque, quando sua verdadeira forma é revelada.
    - (G3) Cura: Poder chave dos querubins pode curar ferimentos de qualquer criatura.
    - (G4) Cura da maldição: O querubim pode remover uma maldição com a benção de Deus. Necessário fazer um teste de WILL relativo ao poder da maldição.
    - (G4) Horror: Este poder faz com que o alvo se torne repulsivo aos outros seres.
    - (G5) Repulsa ao mal: Poder natural do Querubim. Qualquer ente maligno que tentar atacar o querubim em um raio de 6 metros tem o ataque reduzido em 5% a cada metro ultrapassado pelo ataque.
    - (G6) Purificação da alma: Exige um nível de concentração e poder muito alto do querubim, podendo purificar a alma de qualquer ser. Uma vez usado esse poder, só pode ser usado novamente em 200 anos. Dependendo do nível do Querubim, o mesmo pode vir a morrer no processo de purificação.
    - (G6) Ressurreição: Poder raro de se manifestar nos Querubins, mas acontece. Alguns são dotados com o dom de trazer mortos de volta a vida e algumas vezes reconstruir almas dilaceradas, porém o morto deve ter morrido no máximo um dia atrás e a alma setenta e uma horas, já que em setenta e duas a alma se desprende totalmente do corpo do ser.


Dominações – Anjos independentes, rebeldes e que respondem diretamente a seu príncipe. A missão desses anjos é eliminar mercenários, criminosos e controlar a população sobrenatural, tanto para o bem como para o mal.

Poderes específicos dos dominações:

    - (G4) Olhos sobrenaturais – este poder permite ao dominação enxergar através de ilusões e poderes de transformação, realizando um teste de WILL contra o criador da ilusão/transformação.
    - (G3) Visão noturna – Concede infravisão ao anjo.
    - (G3) Calafrio – Concede ao anjo a capacidade de sentir demônios ou perigo direto em um raio de até 5000m, dependendo da percepção do mesmo.
    - (G4) Chamado Natal – Concede ao anjo um forte poder de sedução sobre uma vítima, invocando-a com uma voz com a qual a mesma se encanta, forçando com que a mesma se apresente diante do anjo sem um comportamento hostil.


Tronos – essa casta não será abordada por enquanto em Azeroth.

Virtudes – São os anjos tecnocratas, responsáveis pela proteção dos humanos e pela vigilância dos magos e demônios. Analisam todo e qualquer fenômeno místico na terra, e dominam tranquilamente a tecnologia dos mortais.

Poderes específicos dos virtudes:

    (G3) Sentir Magos – Caso se concentre, o virtude pode sentir um mago no raio de 20 metros.
    (G4) Sentir Demônios – idem ao anterior, pode sentir um demônio no raio de 20 metros.
    (G4) Entender Dispositivo – Depois de um breve período de tempo analisando determinado objeto (após realizar um teste de INT e post decente) o virtude entende o funcionamento de um dispositivo.
    (G5) Neutralização – Após um teste de WILL, o anjo pode apagar parte ou toda a memória de um mortal.
    (G4) Análise de Magia – Caso se concentre o virtude pode sentir correntes mágicas e seus respectivos alvos.
    (G4) Análise – Permite ao anjo descobrir doenças que atingem os mortais.


Principados: São anjos urbanos e territoriais, responsáveis pela guarda de cidades, estados e até países – quanto mais poderoso o principado, maior sua área de proteção. Seus poderes funcionam apenas em seu território.

    (G3)Sentir ambiente – dá a capacidade ao anjo de sentir a emoção das pessoas em um determinado espaço. Se ele entende a emoção é relativo ao anjo, dada a dificuldade dos mesmos para esse tipo de compreensão.
    (G4)Marca de boas vindas – Cria uma marca invisível em um indivíduo perceptível a qualquer anjo. Muito útil em caso de vigilância.
    (G4) Sentir Visitas – dependendo da concentração do anjo, pode sentir a presença de um forasteiro em um raio de 30 metros.
    (G4) Estado de Sítio – O principado sempre sente quando um ser sobrenatural adentra seu território. Não sabe quem é e nem sua raça, só sabe que não é humano, porém fazendo um teste de PER pode conseguir mais detalhes do alvo.
    (G5) Encontrar – Ao se concentrar e realizar um teste de PER, o anjo é capaz de localizar alguém em seu principado.
    (G5) Olhos de Serpente – O principado consegue neutralizar parte dos poderes do inimigo com um olhar assustador, manifestando em parte a luz de seu corpo divino através do olhar, paralisando o inimigo por alguns momentos.
    (G3) Filho de Deus – Poder não exclusivo dos principados, porém é gratuito para os mesmos. Abençoados diretamente por Deus, esses anjos conseguem o respeito de um ser naturalmente, sendo necessário um teste de WILL contra o do anjo para conseguir ir contra o mesmo.


Potências – Algo como os “anjos druidas”, eles cuidam da natureza, atacando os problemas ambientais e auxiliando a mãe Terra onde quer que ela esteja sendo ameaçada. Ficam comumente sediados em locais intocados pelo homem. São extremamente justos e conseguem ver os fatos por diferentes pontos de vista.

Poderes exclusivos dos potestades:

    (G3) Sentir Vida – Com um fácil teste de PER, o anjo consegue sentir qualquer manifestação de vida em um raio de 25 metros.
    (G4) Visão Animal – O anjo pode se esconder e através de um animal observar o mundo. Basta ficar frente a frente com o animal e com um fácil teste de CAR consegue essa façanha.
    (G4) Visão de Águia – O potestade tem a visão ampliada, podendo ver muito além do que anjos comuns.
    (G4) Entrar na Árvore – Com esse poder o anjo pode se esconder dentro de uma árvore, sendo necessário um teste complexo de PER para a percepção do mesmo. Tal percepção só poderá ser feita através de rituais mágicos.
    (G3) Chamar Animais – Com um assovio, o anjo consegue chamar todos os animais em um raio de 15 metros.
    (G4) Vingador – O potestade ganha um bônus de combate (+7) em caso a ataque direto a natureza.
    (G5) Dom da Vida – O anjo pode recriar uma vegetação devastada.
    (G5) Filho de Gaia – Se no local onde o anjo por atacado houver animais, qualquer animal próximo sentirá repulsa ao agressor podendo atacá-lo caso o anjo passe em um teste de CAR.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://azeroth.forumeiro.org
Administrador
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 26/03/2010

MensagemAssunto: Re: ELEMENTAIS: Anjos   Qui Jul 08, 2010 10:53 pm


Assim como todas as raças, em Azeroth os anjos também possuem algumas fraquezas para um melhor desempenho no jogo. Porém, é preciso lembrar que matar anjos é muito mais difícil que matar um demônio ou outro ser qualquer, logo, ao entrar em conflito com um anjo, feri-lo vai ser mais fácil do que executá-lo.

Características comuns:
    - Todo anjo é imune a tudo o que é fatal a um demônio;
    - Anjos não precisam comer, respirar ou dormir;
    - Quando vão a outra dimensão, podem mandar um corpo substituto mais fraco para não sofrerem danos diretos. Em Azeroth isso será ignorado, o corpo do anjo sempre é o seu original, podendo estar disfarçado ou não;
    - Anjos não são atingidos por armas normais, sejam elas brancas ou de fogo. Em caso de corte na pele de um anjo ou simplesmente levar um tiro, o mesmo não sentirá nada;
    - Anjos são imunes a magias relacionadas ao elemento ar;
    - Quando assumem a forma humana, podem ser vistos por todos. Quando assumem sua forma angelical, apenas por seres das trevas - bruxos, vampiros, feiticeiros ruins e lobisomens (que sentem repulsa a luz que emana dos anjos) - seres ligados a magia (feiticeiros bons e elfos) ou pessoas com sensibilidade espiritual (caçadores só vêem anjos tendo certa sensibilidade, o mesmo para mutantes) – lembrando que sua forma angelical só pode ser vista verdadeiramente por outros anjos;
    - Para lutar, o anjo pode materializar ondas de luz e dispará-las contra seus inimigos;
    - Todo anjo possui uma arma divina para lutar que só pode ser usada por anjos. No caso de arcanjos, cada um possui sua própria arma e a mesma é intransferível;
    - Anjos mensageiros e protetores podem voar com suas asas, já os anjos de castas podem voar e também se teleportar;
    - Para usar as asas, o anjo precisa assumir sua forma verdadeira.


Pontos fracos comuns:

    - Magias negras;
    - Armas amaldiçoadas (abençoadas por deuses ou anciões das trevas) ou sagradas;
    - Em caso de amputação da cabeça por uma arma amaldiçoada, deve-se cortar o restante na forma de uma cruz invertida para impedir que ressuscite;
    - No caso de lobisomens, suas garras servem como armas contra anjos.


Pontos fortes específicos:

    Mensageiros – Podem reverter o uso de magias do elemento ar contra seus praticantes e controlam magias do elemento ar;
    Querubins – Forte resistência a magias de qualquer tipo;
    Arcanjos – Resistência física acentuada em relação a armas amaldiçoadas;
    Dominações – Forte resistência a magias negras e maior agilidade;
    Virtudes – Possuem força física maior, causando grandes danos em lutas com armas e forte resistência a metais;
    Principados – Possuem grande carisma;
    Potências – Imunes a magias elementais.


Pontos fracos específicos:

    Mensageiros – Magias do elemento terra;
    Querubins – Baixa resistência física;
    Arcanjos – Resistência mediana a magias negras;
    Dominações – Resistência média a impactos físicos e baixa resistência a magias relacionadas ao elemento água;
    Virtudes – Baixo CAR e baixa resistência a magias relacionadas ao elemento fogo;
    Principados – Perdem os poderes se saírem de seus territórios;
    Potências – Baixa resistência a magias negras.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://azeroth.forumeiro.org
Administrador
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 26/03/2010

MensagemAssunto: Re: ELEMENTAIS: Anjos   Qui Jul 08, 2010 10:53 pm


Como já foi dito, os anjos aprendem uma cultura de valores totalmente diferentes dos pregados na Terra e em Azeroth, logo são seres complexos de se entender e que tem uma grande de entender as emoções humanas, principalmente. Apesar da crença de que os anjos agem somente em prol do bem para a humanidade – o que tem certa parcela de verdade, é preciso lembrar que a meta fundamental deles é a manutenção e preservação do equilíbrio de forças. Há momentos em que os anjos vão intervir por vontade divina, e também há momentos em que essa mesma vontade divina os impedirá de agir.

Quando expostos a missões, os anjos ainda têm a capacidade de aprender a sentir as emoções e muitas vezes se deixam corromper por isso, dependendo muito da missão e dos fatos que cercam os anjos. Dessa convivência com novas culturas e essa explosão de novos conhecimentos, além da influência de seres das trevas, pode levar o anjo a se corromper e trair sua condição de divina, que é o mesmo que trair Deus.

Para nortear os anjos, existem quatro regras fundamentais:

    1ª – Sempre obedecerá a vontade de Deus;
    2ª – Nunca erguerá uma arma contra um ser pertencente ao bem;
    3ª – Não irá interferir no equilíbrio favorecendo o mal ou desobedecerá a vontade de Deus referente a qualquer coisa;
    4ª – Respeitará Deus acima de tudo.


Desrespeitando qualquer uma das quatro regras, o anjo é condenado como traidor e prontamente caçado pelos Arcanjos, os guardiões e aplicadores da justiça divina. Quando condenado, se o anjo pertencer a casta “Arcanjo” perderá seus poderes, em caso de outras castas, terá a aparência deformada e até manterá seus poderes, mas a aparência se transforma na de um pavoroso demônio que provoca a repulsa em todos os seres. O ser passa a liberar um forte cheiro de enxofre e os poderes se tornam um fator de ajuda para o rastreamento do traidor. Salvam-se aqueles que encontram ajuda e conseguem esconder-se sob magias das trevas, caso contrário, podem escolher entre o assassinato ou suicídio.

Em Azeroth, anjos não podem procriar com seres humanos, logo, enquanto sob a condição de anjo nunca poderão engravidar uma mulher ou engravidar de um mortal, no caso de anjas. Traidores perdem essa limitação podendo procriar com seres humanos, nesse caso os poderes são transferidos como uma maldição a cria proibida, condenando a mãe à morte para a finalização do ritual, forçando a criança a receber os poderes que crescem descontroladamente durante a adolescência da criança. A mesma herda a memória dos pecados como traidor do pai e vive atormentada com tais visões a não ser que receba a benção de Deus e seja reconhecida como anjo. Caso contrário, aos 21 anos a magia se manifesta plenamente e muitos não têm estrutura para sustentar o poder e morrem, ora mortos pelo próprio poder, ora matam a si mesmos.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://azeroth.forumeiro.org
Administrador
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 26/03/2010

MensagemAssunto: Re: ELEMENTAIS: Anjos   Sab Jul 10, 2010 6:38 pm


Anjos além dos poderes normais de cada casta, ainda poderão ter alguns poderes adicionais que podem ser comprados com pontos dados por missões realizadas. No início do jogo cada anjo possuí duas armas [conferir lista de armas] e pontos para comprar poderes podendo comprar mais armas e poderes com o realizar das missões.

    G1 – Tem direito a 3 pontos iniciais.
    G2 – Tem direito a 6 pontos iniciais.
    G3 – Tem direito a 9 pontos iniciais.
    G4 – Tem direito a 12 pontos iniciais.
    G5 – Tem direito a 15 pontos iniciais.
    G6 – Tem direito a 18 pontos iniciais.


Anjos de uma geração maior podem comprar da sua geração e de gerações menores. G1 apenas G1 mesmo.

Custos:

    G1 – 1 pontos cada poder.
    G2 – 3 pontos cada poder.
    G3 – 5 pontos cada poder.
    G4 – 7 pontos cada poder.
    G5 – 9 pontos cada poder.
    G6 – 11 pontos cada poder.


Se o player preferir, pode guardar pontos para acumular com os das missões e fazer compras. Para trocar esses pontos por armas, lembre que 2 pontos de poderes vale 1 de arma.

Segue abaixo a lista de poderes:

    (G1) Velocidade: Concede um bônus de +4 no atributo agilidade.
    (G1) Atravessar Paredes: Este poder permite ao anjo atravessar portas e paredes, independente do corpo.
    (G1) Vento: O anjo pode transformar seu corpo em ar e usar o elemento ar a seu favor.
    (G5) Esconjuro do Mau: Quando o anjo exigir que uma criatura se afaste daquele local, esta deve fazer um teste de WILL x WILL com o anjo. Em caso de perda, a criatura perde 10% em cima de qualquer teste que fizer.
    (G4) Incitar paixão: Com este poder o anjo pode fazer duas pessoas se apaixonarem. Ambas devem fazer um teste WILL x WILL + dados, em caso do desejado perder, se apaixona pelo prazo de 24 horas por quem o deseja.
    (G3) Senhor da Lei: Confere ao anjo uma aura dourada que aumenta o CAR do mesmo em X pontos (conferir com o sistema).
    (G3) Armadura de Luz: Permite ao anjo invocar uma armadura de luz que aumenta a COM. Vale por uma rodada. Bônus de +3 na defesa mágica.
    (G2) Arco de Luz: Permite ao anjo criar um arco e flecha de luz que permite ao anjo ataques de longa distância. Dura uma rodada e as flechas não podem ser destruídas, logo, ou o alvo é atingido ou o mesmo se esquiva. Bônus de +2 em ataque mágico.
    (G1) Mensagem de sonho: Permite ao anjo enviar uma mensagem para alguém via sonho. Ou manda uma mensagem ou uma imagem, nunca os dois.
    (G2) Verdade: Este poder faz com que o alvo seja obrigado a falar se falhar num WILL x WILL + dados.
    (G3) Forma Verdadeira: O anjo pode fazer qualquer criatura transformada ou disfarçada por uma ilusão reverter a sua verdadeira forma. É necessária uma disputa de WILL x WILL + dados entre o anjo e a vítima.
    (G5) Interferência: Este poder permite ao anjo interferir no funcionamento de determinada magia. Para isso se faz um teste WILL + dados do anjo e se for maior que a dificuldade da magia alvo, a mesma terá seu funcionamento suspenso por uma rodada, podendo ser atingida facilmente pelo anjo.
    (G2) Simpatia: Com este poder o anjo pode fazer com que pessoas admirem sua presença. Para resistir, deve-se fazer um teste de CAR da pessoa X WILL do anjo.
    (G5) Olhos de Serpente: O principado consegue neutralizar parte dos poderes do inimigo com um olhar assustador, manifestando em parte a luz de seu corpo divino através do olhar, paralisando o inimigo por alguns momentos. Faz-se um teste de WILL x WILL.
    (G4) Filho de Deus: Poder não exclusivo dos principados, porém é gratuito para os mesmos. Abençoados diretamente por Deus, esses anjos conseguem o respeito de um ser naturalmente, sendo necessário um teste de WILL contra o do anjo para conseguir ir contra o mesmo.
    (G3) Restauração: Trás um indivíduo de volta a sua condição normal caso seja alvo de alguma magia. Para isso faz-se um teste (INT+WILL) X (INT+WILL) contra o ser que lançou a magia.
    (G4) A Besta: Deixa o alvo sem a capacidade de pensar por uma rodada, o transformando em um violento bárbaro sedento de sangue capaz de atacar seus próprios aliados. Caso seja afetado, o alvo perde toda e qualquer racionalidade. Para o teste, faz-se WILL X WILL.
    (G4) Resgate: Com esse poder o anjo pode teleportar um corpo distante para a sua frente rapidamente. Nesse caso faz-se o calculo de (Ataque Mágico – Defesa Mágica)/distância aproximada (para cada 5m = 1 ponto) > ou = a 2x o valor da percepção do alvo.
    (G5) Dormir: Deixa o alvo em estado de transe por duas rodadas. WILLXWILL para o teste.
    (G1) Tocha: Direciona um foco de luz que explode iluminando todo o ambiente por alguns minutos.
    (G3) Silêncio: Inibe magias por uma rodada. Ataque mágico – Defesa mágica > do que 0 para ter sucesso.
    (G1) Wind: Lança uma rajada de vento sob o adversário. Bônus de +2 no ataque mágico.
    (G6) Grafcalibur: Magia que combinada a uma arma dá a ela a capacidade de criar furacões. Bônus de +11 no ataque mágico.
    (G5) Fimbulvetr: Cria um leve tornado de gelo em torno do alvo com fragmentos de gelo sagrado. Bônus de +8 no ataque mágico.
    (G3) Aircallibur: Cria lâminas de ar cortantes que podem ser direcionadas. Bônus de +5 no ataque mágico.
    (G1) Raio de luz: Direciona um raio de luz sob a vítima. Bônus de +2 no ataque mágico.
    (G3) Brilho da estrela: Cria uma esfera de luz que explode. Tem efeito semelhante a uma onda sonora, só que nesse caso onda de luz. Bônus de +5 no ataque mágico.
    (G6) Luce: Semelhante ao brilho de estrela, porém cria uma bomba com alguns raios de luz solar. Bônus de +11 no ataque mágico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://azeroth.forumeiro.org
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ELEMENTAIS: Anjos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ELEMENTAIS: Anjos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A Guerra dos Anjos - A Destruição (Nome pode ser mudado, de idéias para nome)
» ANJOS GABRIEL, MIGUEL E RAFAEL, TRÁS MEU AMOR DE VOLTA
» Oração dos anjos
» SANTOS ANJOS MIGUEL, GABRIEL E RAFAEL, TRÁS MEU AMOR DE VOLTA PARA SEMPRE
» [PODERES] - Anjos Caídos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
RPG Azeroth :: RPG - Azeroth :: Raças-
Ir para: